Ashley Riggitano estava 'profundamente perturbada e precisava de ajuda mental', diz o amigo do fashionista do Suicide

Ashley riggitano

Um amigo de Ashley Riggitano, que se matou na quarta-feira pulando da ponte George Washington em Nova York, se apresentou dizendo que a fashionista estava 'profundamente perturbada e precisava de ajuda mental'.

“Ela era uma pessoa muito ciumenta que planejou isso desde o início. Se você trabalha no ramo da moda, seu nome e reputação são tudo ”, disse a amiga ao New York Post.

“Ela fez isso para sabotar as outras garotas. Ela queria causar um grande espetáculo e levar consigo o máximo de pessoas que pudesse ”, disse a mulher, que pediu que seu nome não fosse publicado.



Como spiceend.com tem relatado, Riggitano deixou uma nota de suicídio divagando nomeando cinco mulheres como inimigas que não deveriam ter permissão para comparecer a seu funeral.

Ela estava em uma rivalidade contínua no Facebook com uma das mulheres, Alison Tinari, que chamou Ashley de 'perdedora instável' e sugeriu que ela se matasse no Xanax.

Em entrevista exclusiva com Radar O namorado de Riggitano, Drew Heissenbuttel, a chamou de 'uma garota linda', acrescentando que 'tínhamos um ótimo relacionamento'.