Ouça o áudio da acusadora de estupro de Hillary Clinton 'rindo'

Hillary Clinton Donald Trump Debate GOP nomeada convida vítima de estupro Crédito da foto: Getty Images

Uma gravação de áudio de Hillary Clinton supostamente rindo de uma mulher que afirma ter sido estuprada quando criança está fazendo barulho na internet.

Kathy Shelton afirma que ela tinha 12 anos quando ela estava na beira de uma estrada rural do Arkansas.

Shelton, 54, diz que foi um operário de fábrica de 41 anos chamado Thomas Alfred Taylor que a estuprou em 1975. Na época, Clinton trabalhava como advogado de defesa de Taylor, que alegou 'acariciar ilegalmente um menor' e 'serviu menos de um ano na prisão depois que Clinton conseguiu bloquear a admissão de provas forenses vinculadas o cliente dela para o crime, ” The Daily Mail relatado.



Taylor não conseguiu pagar um advogado e pediu ao juiz que designasse uma advogada para representá-lo. Clinton foi escolhido.

Uma entrevista chocante revela que Clinton pode ter rido do caso. Gravada na década de 1980, a entrevista com o jornalista do Arkansas Roy Reed Clinton disse: “Você se lembra daquele caso em que representei aquele cara? Foi um caso fascinante. […] O cara foi acusado de estuprar uma menina de 12 anos. Claro que ele alegou que não. Todas essas coisas. Ele fez um teste de detector de mentiras. Pedi a ele que fizesse um polígrafo, no qual ele passou, o que destruiu para sempre minha fé nos polígrafos. ” Ela então soa como se estivesse rindo.

Taylor acabou aceitando um acordo judicial com o tempo cumprido na prisão do condado.

'Eu ouvi você na fita rindo', disse Shelton The Daily Mail. “Eu só quero saber, você tem uma filha e um neto. O que acontece se aquela sua filha, se fosse ela [que foi agredido aos 12 anos]? '

Donald Trump trouxe Shelton com ele para o segundo debate presidencial de domingo à noite junto com outros quem acusou Bill Clinton de estupro.

Pagamos por informações suculentas! Você tem uma história para spiceend.com? Envie um e-mail para tips@radaronline.com ou ligue para (866) ON-RADAR (667-2327) a qualquer hora do dia ou da noite.