Assassino da família Manson ganha liberdade condicional depois de 40 anos na prisão, anteriormente recusado 27 vezes!

Parole no credit.png de membro da família Charles Manson

Por Debbie Emery - Radar Reporter

Um ex-membro de Charles MansonO culto assassino foi concedido liberdade condicional quinta-feira após 40 anos de prisão por assassinato - depois de ter sido recusado 27 vezes antes.

Bruce Davis, que foi condenado com o Líder Heroes Skelter e outro homem por dois assassinatos não relacionados ao notório Sharon tate massacre em 1969, recebeu a boa notícia na véspera de seu 70º aniversário pelo conselho de liberdade condicional da Colônia Masculina da Califórnia em San Luis Obispo.



“É hora de ele ir para casa”, disse o advogado de Davis, Michael Beckman, que há anos luta para que seu cliente seja libertado, relatou ABCNews.com.

Um conselho de liberdade condicional determinou em 2010 que Davis estava pronto para ser solto, mas então Gov. Arnold Schwarzenegger reverteu a decisão, citando a natureza hedionda dos crimes.

O membro da famíliaA vida na prisão resultou do assassinato de 1969 do ator e dublê de Hollywood Donald “Shorty” Shea, que foi condenado a ser morto por Manson porque acreditava que era 'um informante'.

De acordo com Davis, ele pediu uma carona de Shorty com seus companheiros Charles “Tex” Watson e Steve Grogan para um pátio de peças de automóveis perto do Rancho manson, onde Shea foi espancada com uma chave inglesa, esfaqueada e brutalmente torturada até a morte.

“Eu fiquei no carro por um bom tempo, mas o que ... então desci a ladeira mais tarde e foi quando cortei Shorty no ombro com a faca, depois que ele estava ... bem, não sei se ele estava morto ou não, ”Davis disse a um conselho de liberdade condicional passado, revelando que Manson tinha lhe dado um facão, mas ele não conseguiu usá-lo no homem moribundo.

“Fiquei doente por cerca de dois ou três dias. Quer dizer, eu não conseguia nem pensar no que eu tinha feito. '

Davis também foi condenado por o envolvimento dele no assassinato de músico Gary Hinman, que foi morto por causa de dinheiro e propriedade que Manson alegou que Hinman devia à Família.

Sua morte é considerada a primeira de uma série de assassinatos cometidos pela Família para iniciar Helter Skelter - uma “guerra racial” que Manson pregou para seus seguidores que aconteceria no verão de 1969.

Durante seu quatro décadas de prisão, Davis se tornou um cristão renascido, ministrou a outros presidiários, casou-se com uma mulher que conheceu no ministério da prisão (de quem se divorciou recentemente) e tem uma filha adulta. Ele também fez mestrado e doutorado em filosofia da religião.

Como spiceend.com relatado anteriormente, Manson teve sua liberdade condicional negada pela 12ª vez em abril e permanece sob custódia na Prisão Estadual de Corcoran na Califórnia Central. O jogador de 77 anos não terá direito por mais 15 anos, quando fará 92 se ainda estiver vivo.