A defesa 'I Is What I Is' de Paula Deen é Punchline de uma piada racista notória!

Paula deen carta à parceira

Ela não consegue fazer uma pausa.

Um choroso Paula Deen passou HOJE Quarta feiramanhã para se defender contra alegações de que ela é racista. “Eu sou o que sou e não estou mudando”, disse a rainha da culinária do sul ao anfitrião Matt Lauer.

Mas, como spiceend.com aprendeu - quer ela soubesse ou não - a frase 'Eu sou o que sou' é a piada de uma famosa piada racista intitulada 'Deus Negro ou Branco?'

A piada, segundo o siteLOL Piadas, é assim:

Havia um cara negro e um cara branco.
Eles estavam debatendo se deus era branco ou negro.
O cara branco disse que só havia uma maneira de descobrir:
orar.
Então, eles sobem uma colina e oram, oram e oram.
Finalmente, eles ouvem uma voz dizer: 'Eu sou o que sou'.
O cara branco dá um pulo e diz: “Aha, eu disse que ele era branco”.
O negro pula e diz: “O que você quer dizer? Isso não provou
qualquer coisa.'
“Sim, foi. Porque se ele fosse negro, ele diria que eu sou o que sou. '

Deen, 66, perdeu seus trabalhos com a Food Network, Smithfield Brands, Walmart e Caesars Entertainment desde que surgiu, ela admitiu ter usado a palavra N em um depoimento feito como parte de um processo de sexo e racismo.

Lisa Jackson, ex-gerente geral do Uncle Bubba’s Seafood and Oyster House em Savannah, Geórgia, processou Deen e seu irmão Earl ‘Bubba’ Hiers para $ 1,2 milhões em 2012, alegando que ele sexualmente assediou-a durante cinco anos, usou frequentemente a palavra n * gger, referindo-se ao presidente Obama como um ‘n * gger‘E assisti pornografia nos computadores do trabalho.

À luz desta última revelação, temos que perguntar - Deen é racista ou não? Som desligado nos comentários abaixo.